BPO Financeiro, você sabe o que é?

Por Marcela, 02 de Outubro de 2019

BPO, ou Business Process Outsourcing, é a sigla em inglês para a terceirização de processos do negócio, ou quando uma empresa contrata outra para executar determinados processos e desafogar sua estrutura. Essa modalidade tem crescido fortemente nos últimos anos, pois além de deixar áreas meio, como RH e Marketing, nas mãos de especialistas no assunto, garantindo qualidade técnica e muitas vezes sendo sinônimo de economia, o BPO também permite que a equipe da empresa tenha seu foco direcionado ao core do negócio. 

No caso específico do BPO financeiro, a empresa opta por terceirizar todo o seu departamento de finanças. Gestão de contas a pagar e receber, conciliação bancária, gestão de documentação e até apoio na tomada de decisão através de relatórios e informações financeiras passam a ser funções de uma empresa terceira, e não de um departamento específico. 

A responsabilidade é grande: o cliente abre todos os seus números de entradas e saídas, todos os seus relatórios e histórico financeiro, enquanto a consultoria precisa estar completamente comprometida com os resultados desse cliente. Vestir a camisa nunca foi tão importante quanto em uma relação de BPO. Confiança, comprometimento e seriedade no trabalho são fundamentais para o sucesso da equação, e quando isso acontece, os resultados são surpreendentes: mais tempo do cliente dedicado ao negócio e uma gestão de alto nível das contas da empresa, desde o desenho de processos otimizados até a escolha da ferramenta ideal para o trabalho. 

As várias alternativas de BPO se apresentam como o futuro de organizações cada vez mais fluidas e leves, alinhadas às metodologias ágeis das mais inovadoras empresas do mercado. Nesse contexto, o BPO financeiro surge como uma alternativa para quem precisa profissionalizar sua gestão financeira sem inflar seu quadro com funcionários caros, garantindo tempo e energia para o que realmente importa dentro do negócio.